Arquivos do Blog

P.MOTORS : A KTM avança no asfalto

A marca austríaca KTM anuncia novos avanços de suas motos nas competições internacionais. Com 189 títulos mundiais e a vitória nas últimas dez edições do Rally Dakar, sua investida  agora se volta para as provas de velocidade nas pistas, em apoio às vendas dos seu modelos de rua e estrada. A marca vai mostrar que não reina só no fora-de-estrada, onde este ano também já caminha para a vitória nos principais campeonatos mundiais e regionais.

Parte da estratégia se volta para os jovens motociclistas e ampara o impressionante resultado das vendas do seu modelo Duke 125 na Europa e países onde a lei permite que pilotos maiores de 16 e menores de 18 anos pilotem pelas ruas. Mas também envolve as competições com suas poderosas motos grandes, caso das KTM RC8-R, que retomaram a liderança no Campeonato Alemão de Superbike, o mais disputado da Europa, com as motos mantidas  como saem das fábricas para os consumidores.

O avanço da KTM se apoia também no sucesso nas corridas do Red Bull Rookies Cup, categoria de acesso para os jovens pilotos,  que abre  até provas do mundial de motovelocidade,  com os garotos correndo de KTM 125 RR, de motores a dois tempos. Mas em 2013 eles correrão com as KTM  Moto3, de quatro tempos, que já vão estrear no mundial no ano que vem.  Um projeto 100% KTM, recentemente anunciado para uma monocilíndrica de 250 cilindradas, como estabelece o regulamento da Moto3, que vai substituir  a categoria 125 Especial de motores a dois tempos. Desenvolvida em Mattinghofen, a cidade da KTM, ela já vem sendo testada em pista, conduzida entre outros pelo piloto Stefan Bradl, que lidera o campeonato da Moto2 nesta temporada.  

 A investida da empresa na ação esportiva voltada para o  asfalto vai justificar e apresentar mundo afora o sólido conceito que  as suas motos de rua e estrada gozam na Europa.  Também sempre prontas para competir, Ready to Race, como diz o slogan da marca.

Novidades P.MOTORS : DUCATI & KTM


Autêntica performance italiana.

A Ducati constrói emoções.

As motocicletas mais atraentes do mundo são o resultado de um profundo comprometimento às competições: elas são a mais pura expressão de habilidades refinadas, design inconfundível e acima de tudo, uma grande paixão por motos.A Ducati tem orgulho de representar a indústria italiana – a essência do estilo italiano se apresenta através do design de cada moto. Linhas sinuosas, sedutoras e flexíveis com uma qualidade eterna que estabelece um padrão impossível de superar.Confira alguns modelos  DUCATI:

DUCATI DIAVEL

Não é por acaso que o nome da nova Ducati tem inspiração na palavra “diabo” no dialeto falado em Bolonha, região onde fica a fábrica da marca. Com 210 kg, pneu traseiro de 240 mm de largura e um porte musculoso, a recém lançada Diavel impõe respeito e até medo. Aquele tipo de moto que dá vontade de arrancar com tudo e ver o mundo ficar para trás em questão de segundos.

A Vyper :

 motor de 1400 cm³ capaz de alcançar 170 cv de potência

Uma máquina com visual totalmente novo e um propulsor de causar arrepios. Essa combinação pode estar prestes a “sair do forno” da fábrica da Ducati. Apesar de a marca italiana negar, nossas fontes na Europa confirmam que um protótipo de uma motocicleta maxi dragster está a caminho.

Recebendo o nome de Vyper, a moto “musculosa” viria para brigar no mercado com a Yamaha V-Max e a Harley-Davidson V-Rod. Para realizar tal feito, a motocicleta seria equipada com propulsor bicilíndrico Testastretta de 1 400 cm³. Esse número proporcionaria um torque impressionante e chegaria a, no mínimo, 170 cv.

Agora com vocês  :

KTM 2011 – UM GRANDE FOCO NA JUVENTUDE E NOS ESPORTES!

Antes de falar dos novos modelos KTM para 2011 devemos começar com uma retrospectiva de 2009, quando o CEO da KTM, Stefan Pierer, e o diretor de competições de MotoCross, Stefan Everts, apresentaram a 350 SX-F, liberando uma agressiva investida no mundo do Motocross no melhor do estilo “Ready to Race”. Seu sucesso foi mais que surpreendente. Nunca antes um time ganhou tantas corridas no campeonato mundial de MotoCross FIM como o Red Bull KTM Factory Team. Enquanto Marvin Musquin e Steffi Laier defenderam seus títulos MX2 e WMX com convicção, Antonio “Tony” Cairoli desmistificou todos os oponentes da MX1, vencendo com sua nova 350cc contra as 450cc dos rivais. Mais impressionante ainda foi vencer antecipadamente, a três corridas do final da temporada, justamente no Grande Prêmio do Brasil.

Com o mesmo compromisso, a marca Austríaca agora começa suas atividades no segmento Enduro. E lá, como em outros lugares, o número “350” terá um papel importante em todos os formatos de corrida internacional Enduro e X-Treme Enduro.

Confira alguns modelos KTM :

A vencedora desde a linha de largada. A mais rápida nas curvas. A rainha das pistas. Você e sua RC8 R. Sempre focados na próxima viagem. A linha? Gravada em sua memória. Curva a curva. Reta a reta. Nada para distraí-lo. Sua companheira, dia a dia.

Aceleração máxima e fluida – você se torna um só, com sua RC8 R. A pinçada dos freios Brembo é super precisa e os pneus abraçam de forma elegante as linhas da pista enquanto as raspadeiras deixam marcas de borracha no asfalto. De volta ao acelerador, um torque incrivelmente poderoso, geralmente sem necessidade de trocas de marchas – mas sempre sob controle.

Feita para os nascidos campeões.
Consagrada uma das motos de Enduro mais bem-sucedida dos últimos anos, a 450 EXC ainda tem mais um alvo na classe E2: o título de campeã mundial. Um novo design de quadro, ajustes aperfeiçoados e um motor SOHC ultra-potente com as mais recentes tecnologias mais uma vez elevam o nível para a competição.

Extremamente leve, ultra-ágil e com potência infinita – os sinais de uma campeã!

%d blogueiros gostam disto: